terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Ano Novo, Vida Nova?

Auto-Retrato em Montra Francesa
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Ano Novo, Vida Nova?

Desejo a todos os meus leitores um ano de 2015 especialmente feliz.
Que 2015 se cumpra com muita saúde no lombo, com amor e carinho a dar com um pau, com paz e sossego q.b., com criatividade aos molhos a sair pelos poros, com pilhas duracell para vencer o cansaço, com stresse na conta certa, com alegria espalhada por todos os dias do ano... com espírito positivo para arrumar de vez estes merdeiros destes políticos, banqueiros, trapaceiros e afins... e o mais que vocês se lembrarem... de positivo... sim?

Será possível? Huuuummmmm... veremos!


domingo, 28 de dezembro de 2014

Verão

Saudades do Verão - Costa Esmeralda - França
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Verão

Sim, estou a pensar nele agora que se prevê um tempo frio frio para a próxima semana com as temperaturas a descerem aos 2º negativos já na segunda-feira e aos 4º negativos na terça...
Brrrrrrrr... é certo, vamos bater os dentes por aqui.

Saudades do Verão, do calor, dos dias que rendem muito, da pouca roupa sobre o pêlo...

sábado, 27 de dezembro de 2014

Boa Noite

Pôr-do-Sol - Bretanha - França
Fotografia de Artur Matias de Magalhães
 
Boa Noite

Hoje com um maravilhoso pôr-do-sol francês.

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

A Jóia de Luz e o Pai Natal

A Jóia de Luz e o Pai Natal - Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
A Jóia de Luz e o Pai Natal

O Pai Natal, naquela casa e à falta de chaminé, entrou por uma janela, felizmente ao nível do rés-do-chão e a sua voz grossa logo ecoou pelos vários aposentos... oh oh oh... meninos e meninas, espero que se tenham portado bem...
Claro que todos os meninos e meninas o receberam de olhos em bico, vidrados de tanto entusiasmo... sim, ele existe!
Pois é verdade, a Jóia de Luz também teve o seu encontro imediato de 1º grau com o Pai Natal e aguentou-se firme sem abrir as goelas... apesar da estranheza e nervosismo... sim, ele existe!

terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Feliz Natal

Arquinho Visto do Bar dos Pauzinhos - Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Feliz Natal

Votos de Feliz Natal na companhia de quem mais amam é o que desejo para amigos, familiares, alunos, conhecidos, desconhecidos...

Fiquem bem!


segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

A Choldra na 1ª Pessoa

A Choldra na 1ª Pessoa

Nojo. E é só.



A Palavra a Maria José Morgado

A Palavra a Maria José Morgado

Esperemos que assim seja! Que os que sobrarem sejam os honestos.


Take Five

Take Five



Nota - Com os meus agradecimentos à Ana Lima!

Home

Home

Renascença V+Ver todos os videos
Tem seis minutos? Eis seis meses de Terra vista do espaço


Rádio RenasceçaMais informação sobre este video

domingo, 21 de dezembro de 2014

A Prisão SPA

Cartoon retirado daqui.
 
A Prisão SPA

Vai-se a ver e ele mandou-a renovar a pensar em tudo...

Uma Entrevista Deprimente

 
 Uma Entrevista Deprimente

Aqui. Com que então Sócrates está a bem dizer... num SPA?!

A sério, estou convencida que pagaremos bem caro estes exemplos deprimentes em termos de sequelas que se colarão à pele de muitos dos que agora estão em formação.

Da Indignidade - A Palavra a Lurdes Simões

 
Da Indignidade - A Palavra a Lurdes Simões

O MEU DIA DE ONTEM!

Ontem entrei às 8 da manhã e saí às 8:30 da noite, sempre com reuniões contínuas, com um frio de rachar!
O que vi à noite, fez-me pensar se não estaria a ficar louca, potenciado por tanto stress e cansaço!
O meu coração vinha e está partido,!!! Estava muita cansada, tinha sido secretária da reunião da 4h, 11 Deixem-me denunciar e desabafar!
Chorei até casa, de pena, mas essencialmente de raiva, e nojo de quem nos desgoverna!...
Numa das reuniões que tinha, a das 17h 40m, estava uma colega que há muito estava de atestado médico, sabia-se que estava doente e que se queria reformar; em novembro, finalmente, tinha sido substituída por outra!
Pois é, a colega agora em Dezembro voltou a outra Junta Médica que a mandou trabalhar, afinal um cancro no pâncreas, os efeitos dos agressivos tratamentos a que tem sido sujeita, a depressão evidente, o aspeto ….mas certo é que a Junta Médica a deu como apta para todo o trabalho! Aquilo foi o caos, não por ela, coitada, afinal só esteve com a turma uma ou duas vezes, e sempre coadjuvada pela outra colega, a quem durante a semana o MEC calçou os patins! Então ontem lá foi ela desempenhar o fácil cargo de Diretora de Turma do 3º ciclo! A reunião não estava preparada, as notas lançadas, eram para aí uns 15 planos da treta! O resto dos professores do Conselho de Turma, estavam como eu, tudo cansado, e a raiar o desespero, para além da fome frio, cansaço e desalento. Mas uma colega, mais nova, mas que também já passou os 40, foi para o PC e fez um excelente trabalho, não obstante, cada um de nós ajudou e fez o que pode e todos juntos fizemos tudo, felizmente! Até todos nós despenhamos funções de diretores de turma, a custo 0, por solidariedade com a colega!
A colega está capaz de trabalhar, 2º o MEC, afinal ela só tem um Cancro no pâncreas, o mais mortal de todos e uma depressão evidente, aquela hora da noite, mal articulava as ideias ou mesmo palavras, só pedia silêncio... Até para o Carro teve de ir apoiada, em dois ou 3 colegas, pois já nem sequer de equilibrava, na rua estavam -3º, o marido aguardava - a no carro!
PARA MIM ISTO É INDIGNO DA CONDIÇÃO HUMANA, E FOI ESTA MULHER DADA COMO APTA PARA O TRABALHO. Isto, não se faz a ninguém, é cúmulo, haja uma réstia de vergonha nesses pulhas, deixem-nos sobreviver ou morrer com dignidade, não nos sujeitem a isto, somos gente, e não animais como os que a mandaram e deram como apta!
Desculpem o desabafo, mas ainda estou em choque!!!!


Post retirado daqui.

TERRA – Portal de Vida, Planeta do Homem

Lançamento do Livro - Terra - Portal de Vida, Planeta do Homem
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães

TERRA – Portal de Vida, Planeta do Homem

Tal como previamente anunciado, o livro TERRA – Portal de Vida, Planeta do Homem, da autoria de José Emanuel Queirós, editado pela Converso-Editora, de Manuel Carneiro, foi apresentado ontem ao público.
A casa esteve cheia, ou melhor, a casa esteve literalmente a esbordar de amigos que quiseram estar com o autor num dia tão significativo para ele... e ontem era um dia/noite difícil à conta dos Jantares de Natal, tantos e tão importantes, marcados para a mesmíssima noite de 19 de Dezembro de 2014. Mas os amigos chegaram do Porto, de Vila Real, de Aveiro, do Marco de Canaveses, de Braga, de Mondim de Basto, de Santa Marta de Penaguião, de Valongo e de Caldas das Taipas
... e claro, chegou muita gente da Nossa Terra, conterrâneos de Amarante que, por isto ou por aquilo, lhe são próximos.
Falou primeiro o nosso Presidente da União de Freguesias de S. Gonçalo, Madalena, Cepelos e Gatão, Joaquim Pinheiro, nosso anfitrião por uma noite já que a apresentação do livro aconteceu nas instalações/sede desta junta, visivelmente satisfeito com o evento. Falou depois o António Luis Crespí, autor do prefácio, Professor na UTAD, visivelmente encantado e entusiasmado com a obra. E falou o autor. A sua intervenção/reflexão sobre o Universo, a Terra e o Homem foi profunda, plena de conteúdo, cheia, sumarenta até dizer chega! José Emanuel Queirós é um comunicador nato, por vezes incómodo no sentido em que não se coíbe de dizer o que pensa com honestidade e com clareza. O autor interpelou-nos e lançou para a audiência algumas questões tão velhas quanto a Humanidade, mas sempre sempre actuais... e vincou a ideia da Terra não ser nossa... sim, frequentemente esquecemos isto... estamos todos aqui em trânsito e nós é que somos pertença da Terra e estamos nela contidos... tal como as montanhas, os mares, as plantas, os restantes animais...
Fiquei a pensar que o José Emanuel Queirós seria a pessoa ideal para conversar com o ministro que tutela o MEC... talvez o conseguisse convencer que a vida não se reduz só a números e que essa ditadura terá que acabar. E que temos todos de repescar as Humanidades... sob pena de nos afastarmos cada vez mais da nossa verdadeira essência, Humana, pois então!

Um prazer escutar-te José Emanuel Queirós! Um orgulho ser tua irmã!
E desejo boa sorte para ti e para a tua obra! E desejo ainda, tal como António Luis Crespí, que em breve estejas a lançar outras obras que, adivinho, se seguirão.

E passo a citar:

"Há uma humanidade por atender em cada um que se afigura causa vital, onde se reserva a passagem de um estádio de racionalidade comum para uma outra dimensão do Ser reencontrado na finitude da matéria. Nesse estádio se estabelece o acesso aos olhos da consciência que nos coloca em sintonia com o Universo, permitindo entender a nossa inerente insersão cósmica na grande arquitectura universal.
Avançaremos, então, para outros estádios da civilização mais evoluídos, com o indivíduo projectado da sua humanidade, corrigindo o arquétipo de Homem e o modelo de sociedade determinados pelos postulados do êxito, do pódio, do poder, da fama e da fortuna que, afinal, acabaram por nos trazer à beira do precipício estelar." 

Nem mais, José Emanuel Queirós!

Escritor de Amarante reúne em livro reflexões sobre a humanidade

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

PACC - O Desnorte Deles

 
PACC - O Desnorte Deles

Deles... dos que agora ocupam a 5 de Outubro.
Amanhã há mais desnorte. Como se o desnorte já não bastasse!

E agora dou a palavra ao João Paulo, do SPN:

Aos Professores convocados para vigiar - Existir ou não a PACC depende de ti

Colega,

O teu agrupamento foi selecionado para a realização de uma nova edição da PACC. Apesar de ter recorrido a vários expedientes para garantir a realização da prova no ano passado, sem sucesso, o MEC pretende agora concretizar o seuprojeto, avançando com os meses de dezembro (dia 19) e fevereiro para a realização das duas componentes da prova. Desta vez, não tendo conseguido evitar a realização da greve, procurou que fossem impostos serviços mínimos para a vigilância da prova; pretensão recusada pelo colégio arbitral, e por unanimidade – o que significa que nem o representante do Governo a apoiou.
Como se pode ler no acórdão, “não se antolha que prejuízo direto possa advir para os cidadãos destinatários dos serviços educativos, ou para a comunidade em geral, da eventual não realização da prova na data aprazada. E assim, se os trabalhadores que integram os órgãos e serviços a quem está a ser exigido assegurar a realização da prova estão, no dia aprazado, no exercício do seu direito à greve, não podem ser constrangidos a assegurá-la, já que os serviços mínimos não podem ser exigidos senão nos casos previstos pelo legislador.” Neste contexto, a Direção do SPN apela a todos os docentes de escolas/agrupamentos onde o MEC pretende realizar a PACC para que não a viabilizem.
Ao aderirem à greve aos serviços da PACC, no dia 19 de dezembro, os educadores e professores deixam claro que não pactuam com:
uma prova desajustada dos objetivos que supostamente visa prosseguir, pondo em causa a qualidade da formação inicial dos docentes e debilitando a sua imagem social e profissional;
a imposição de tarefas que não fazem parte do conteúdo funcional da profissão docente: a vigilância e correção de provas de outros docentes não se enquadra nos deveres profissionais dos educadores e dos professores – por isso, o MEC paga a voluntários para as corrigirem;
tentativas ilegítimas de limitação do direito à greve.
Nuno Crato ainda não conseguiu impor a PACC. No dia 19, já não depende dele – DEPENDE DOS PROFESSORES CONVOCADOS PARA A VIGIAR!
Do exercício do direito à greve não decorre qualquer prejuízo para os professores que venham a ser impedidos de realizar a prova nem para os que adiram à greve, além do desconto do vencimento correspondente às horas de duração da PACC. Cabe a cada um dos convocados decidir a atitude a tomar. A resposta dos educadores/professores será uma afirmação inequívoca de dignidade profissional e de compromisso cívico.
Porto, 17.12.2014
A Direção do SPN

O Meu Norte

O Meu Norte - S. Gonçalo - Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
O Meu Norte

O meu Norte é S. Gonçalo.

Eduardo Teixeira Pinto na Assembleia da República


Fotografia de Eduardo Teixeira Pinto
Surripiada aqui.
 
Eduardo Teixeira Pinto na Assembleia da República

Embora com demasiado atraso, partilho esta informação que me deixa cheia de orgulho enquanto amarantina e enquanto fundadora da Associação para a Criação do Museu Eduardo Teixeira Pinto.
Parabéns a todos quantos meteram e continuam a meter pés ao caminho para levar o mais longe possível o nome de um Amarantino Fotógrafo/Poeta de Excepção - Eduardo Teixeira Pinto.







Nota - E só não alcança quem nada faz. E sim, veremos o Museu Eduardo Teixeira Pinto erguer-se.

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Convite - Terra - Portal de Vida, Planeta do Homem

 
Convite - Terra - Portal de Vida, Planeta do Homem

Estamos a pouco menos de 48 horas da apresentação pública da obra Terra - Portal de Vida, Planeta do Homem, da autoria de José Emanuel Queirós. Vai daí, aproveito para relembrar este facto aos meus leitores e para renovar votos já anteriormente aqui expressos - Não faltem! Compareçam!

Memória

Auto-Retrato - S. Gonçalo - Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Memória

Se a perdemos, ficamos reduzidos a quê?

... PARA O RAIO QUE A PARTA!...

Imagem surripiada aqui.
 
... PARA O RAIO QUE A PARTA!...

"Tratam os povos como mercadorias, os Estados como seus mercados, os governantes como seus escudeiros, vivem acima da lei e são a causa primeira e última da desregulação da vida dos cidadãos incrédulos e inocentes. São piratas em terra, elevados aos mais altos poleiros de uma camorra institucionalizada. Parasitas vivendo acima da lei fartos de sugar sangue humano pelo mundo. Desculpem-me mas não resisto, com todas as letras: puta-que-os-pariu!..."

Desculpem-me mas não resisto e subscrevo tudo o que José Emanuel Queirós escreveu.

É que nós somos as suas cobaias, prisioneiras nos seus laboratórios/labirintos.
 

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Biblioteca Municipal Albano Sardoeira - Amarante

Biblioteca Municipal Albano Sardoeira - Amarante
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães
 
Biblioteca Municipal Albano Sardoeira - Amarante

Não é Património Mundial da Humanidade. Também não é Monumento Nacional. Mas, caramba!, exteriormente falando, mete nojo.
E merecia outro respeito... não?

Quem a lava?

Diana Vasconcelos - Há Ir e Voltar

 
Diana Vasconcelos - Há Ir e Voltar

Hoje apresento uma Amarantina de se lhe tirar o chapéu - Diana Vasconcelos.

Por um lado há Espíritos Santos, há Sócrates, há Godinhos, há Relvas, há Duartes Limas... e muitos outros que agora nem nomeio sob pena de não acabar este post. Por outro lado, há uma Diana Vasconcelos que vale muito mais do que eles todos juntos, que vale muito mais do que toda a fortuna deles junta.
Se isto é reconfortante? É. Mas, confesso, preferia viver sem a sombra dos primeiros.

Parabéns a toda a família, especialmente à Diana! E deixo o apelo: contribuam para que a Diana Vasconcelos realize o seu sonho: construir uma escola em Kibera!






Pode acompanhar este projecto pelo facebook clicando aqui.

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Mosteiro da Batalha

Mosteiro de Santa Maria da Vitória - Batalha
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães
 
Mosteiro da Batalha

O Mosteiro de Santa Maria da Vitória, vulgarmente conhecido por Mosteiro da Batalha, foi classificado em 2007, pela Unesco, como Património Mundial da Humanidade... para além de ser Monumento Nacional desde 1910.

E agora pergunto eu... quem o lava?

Ter o Rabo Preso e Omo Lava Mais Branco


 Ter o Rabo Preso e Omo Lava Mais Branco

Eis a questão. Mas também podia ser "Quem anda à chuva, molha-se"! Ou ainda "Zangam-se as comadres, sabem-se as verdades"!

Marcelo mentiu na TVI, diz Ricciardi

Para este caso, em que se lava roupa suja a torto e a direito, aconselho Omo, que lava mais branco.

domingo, 14 de dezembro de 2014

Justino Alves - Galeria São Mamede



06 Imagem XXV - 114x146cm

Justino Alves - Galeria São Mamede
 
A magnífica exposição do pintor Justino Alves inaugurada no passado dia 11 de Dezembro, intitulada Contra Corrente, encontra-se patente ao público na Galeria São Mamede, em Lisboa, até ao próximo dia 21 de Janeiro de 2015 e, garanto-vos!, vale bem a deslocação, propositada, do Norte até à capital.
 
Justino Alves é um Mestre da Luz e da Cor, que ele trata por tu, da luz e da sombra, do claro e do escuro, que aqui e ali se misturam numa simbiose perfeita, ora suave e harmoniosa, ora abrupta e violenta. Pretos, azuis, verdes, cinzentos, brancos, vermelhos... sempre sempre em tonalidades múltiplas que a sua paleta de cores conhece variantes incríveis que nunca se esgotam e sempre se recriam e se renovam a cada tela espatulada com primor. 
Justino Alves é também um Mestre da Forma, humana quase sempre!, já que a sua temática gira muito em volta de um figurativo mais ou mesmo abstracto... ou será de um abstracto mais ou menos figurativo?... que nos propõe e nos desafia a uma reflexão sobre a complexidade e a riqueza das relações humanas. Por vezes a figura humana é difícil de percepcionar numa abordagem mais primária mas esse não é o caso desta exposição, intitulada ContraCorrente, onde a figura humana ganha uma volumetria tal que chega a parecer tridimencional. 
 
Parabéns, João Justino Alves! Pela criatividade sempre renovada e pelo asseio e honestidade sempre patente no seu trabalho.
E agora dou-lhe a palavra: 
 
Contra Corrente

"Os quadros em exposição são mais um contributo a um longo ciclo de pinturas, cujos elementos construtivos se enquadram na exploração de perfis que de algum modo sugerem a figura humana, apoiada no plano por estruturas geométricas complementadas na composição por formas simbólicas adequadas à finalidade expressiva e conteúdos do quadro.
Na construção de tema tão recorrente e com grandes possibilidades de banalização tanto criativa como formal, uma das maiores dificuldades consistiu em ultrapassar esta situação e encontrar uma caracterização adequada dos valores e particularidades distintivas das obras.
Pintura – Contra Corrente (analisando o atual panorama das Artes Plásticas com um forte apelo a uma diversidade de propostas, conceitos e experimentalismos ainda não escrutinados e sob reserva histórica) – a presente Exposição provem da aceitação de conceitos clássicos de Pintura e segundo essa linha de orientação atua no exercício de um discurso pessoal no horizonte das manifestações plásticas contemporâneas.
Serão sempre discutíveis e imprevisíveis as orientações de futuro e a validade das ações criativas do presente, mas é minha convicção que a sua sobrevivência temporal se centrará muito mais na afirmação da sua própria emergência, do que nos ventos ocasionais que ditam a conformidade estabelecida."
 

Amigos e Amizade

Amigos e Amizade - Confeitaria Nacional - Lisboa
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Amigos e Amizade

Pode a Amizade ser fotografada?
Mas é claro que pode!
E, asseguro-vos, é um dos valores seguríssimos nos dias que correm.

Interiores - Confeitaria Nacional

Interiores - Confeitaria Nacional - Lisboa
Fotografias de Anabela Matias de Magalhães 
 
Interiores - Confeitaria Nacional

Adoro-os. Gosto do requinte colocado no pormenor, no cuidado posto nas flores que nos alegram o dia, no respeito pela herança patrimonial que nos foi legada pelos nossos antepassados, no saber estar e no saber fazer legado de pais para filhos e que se passa de geração em geração, aprimorado, reciclado. Gosto deste peso do tempo, quase institucional, que se sente ao entrar em espaços como o da Confeitaria Nacional, em plena Baixa Lisboeta que se renova e não se deixa abater em tristezas.
Adoro interiores, tanto quanto adoro montras. E concebo-os sempre em plena harmonia. As montras têm de estar de acordo com os interiores... ou serão os interiores que têm de estar de acordo com as montras?

Cai Neve em Amarante

Nevão Nocturno - S. Gonçalo - Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Cai Neve em Amarante

O fenómeno ocorreu agora mesmo, em S. Gonçalo. Precisamente à hora em que saíamos da Igreja de S. Gonçalo, acabado o Concerto de Natal da Orquestra do Norte.
Quem não foi, perdeu.

Ausência

Auto-Retrato - Hermès - Lisboa
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
Ausência

As desconexões internauticas pré-programadas, substituídas por investidas citadinas mais ou menos próximas, mais ou menos longínquas, são sempre deliciosamente salutares.
Rompe-se com a norma, esfrangalham-se rotinas confortáveis, violam-se regras, experimentam-se outros colchões, esticam-se as pernas em longas avenidas, alimentam-se neurónios com imagens muito belas captadas aqui e ali.

É certo, fui ali e já vim.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Feira de Natal - Amarante Cidade Romântica

 
Feira de Natal - Amarante Cidade Romântica

Abre amanhã e prolonga-se por todo o fim-de-semana.
Apareçam por cá!

Convite - Justino Alves na Galeria S. Mamede

 
 
Convite - Justino Alves na Galeria S. Mamede

 
"A Galeria de São Mamede tem o prazer de anunciar uma das suas exposições de Dezembro na galeria de Lisboa: Pintura de Justino Alves, um nome incontornável da pintura portuguesa, com inauguração marcada para o dia 11 de Dezembro a partir da...s 19,00 horas, com a presença do Artista.
A exposição composta por 19 pinturas sb tela, tem por título “Contra Corrente”, e estará patente ao público até 25 de Janeiro (de segunda a sábado das 11 às 20h). Esta exposição será inaugurada em simultâneo com uma exposição de escultura de Daniel Gamelas, (ver publicação abaixo).
Justino Alves nasceu no Porto em 1940. Foi professor na Faculdade de Belas Artes de Lisboa. Em 1976 parte para Paris como Bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian onde vem a expor no Centro Cultural Calouste Gulbenkian e nos Salões “Realités Nouvelles” e “Grand et Jeune D’Aujourd’hui”. São-lhe adquiridos trabalhos para as coleções nacionais de França. Regressa a Portugal em 1978 desenvolvendo grande atividade nas Artes Plásticas, estando representado em vários Museus e Instituições Públicas. É Membro Titular Honoris Causa da Academia Europeia de Belas artes."
 
Texto e imagens surripiados aqui.

Parlamento Cheira Mal

 

Parlamento Cheira Mal

Parlamento cheira mal. De novo

Não me admira! Com tanto político junto, o ar fica verdadeiramente irrespirável!

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Política Nojenta

Política Nojenta

Deputado britânico filmado a jogar Candy Crush durante reunião crucial sobre pensões
O mais engraçado é que "A Câmara dos Comuns já iniciou uma investigação não sobre o facto de Nigel Mills estar a jogar durante uma importante reunião sobre pensões mas sobre a forma como o vídeo terá sido obtido."

É isso aí! Credibilização, precisa-se! Das políticas e dos políticos! Estamos no bom caminho.

First Kiss

First Kiss


Novas do País Pornográfico

 
Novas do País Pornográfico

Economia paralela atinge valor recorde

Num só artigo: todas as explicações e considerações de Salgado no Parlamento

Eu não tenho culpa... eu não tenho culpa... milhões para cima... milhões para baixo... eu  não sabia, eu não sabia... milhões para cima... milhões pata baixo... num sei o quê do contabilista... o contabilista... tempo... tempo... não me deram tempo... milhões para cima... milhões para baixo... eu não tenho culpa... os tugas que entrem pela madeira dentro!
Os tugas que paguem a crise!

E o povo é sereno... mandem fundos!

A Palavra a Luís Pedro Nunes

 
A Palavra a Luís Pedro Nunes

"Adeus Passos Coelho! O país dos recibos verdes acordou hoje a saber o que irá pagar de Segurança Social em 2015. Há casos, muitos mas muitos, que passam de 300 e tal para 500 e tal euros p mês. Ou seja uns bons 50% do que ganham só para a SS. É a loucura. O desespero instalou-se hoje nas casas de milhares que não sabem como irão fazer. Uma pessoa que luta por mil euros ficar levar menos que o ordenado mínimo (ou o subsídio de desemprego) é pornográfico. Não há prisão de Sócrates que te valha se continuas a achar que as pessoas estão bem, pá."

Surripiado aqui.

E sim, este país está pornográfico!

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

A Jóia de Luz e o Espírito Natalício

A Jóia de Luz e o Espírito Natalício - S. Gonçalo - Amarante
Fotografia de Anabela Matias de Magalhães
 
A Jóia de Luz e o Espírito Natalício

Agradecido, avó minha, por teres colocado uma original vara no teu presépio para eu poder brincar...
 
Creative Commons License This Creative Commons Works 2.5 Portugal License.